Arquivos Mensais: Abril 2014

Djerba

O Mediterrâneo é um território de dédalos e encruzilhadas. Ali, alguns dos mais agitados lugares do planeta são pontuados por terras remotas onde a vida passa lentamente sobre sucessivas camadas de História. Djerba é um desse lugares. Por debaixo das … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Paris (5)

Sábado. O Marais. Depois de comprar blocos de notas na Muji e descansar no pátio da Bibliotheque Historique du Ville de Paris segui pela Rue de Francs Bourgeois até à Place de Vosgues. Ali, no número seis, viveu Victor Hugo, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Memória

Nas terras agrestes de Castela, havia (ou há), entre os pastores, o hábito de gravar a história da família num cajado de madeira. Passo a explicar. Primeiro, o pastor cinzela o seu nome no cajado, e logo os nomes dos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Paris (4)

Fechado o caso que o levou pelos caminhos de uma Barcelona em transição para a quimera progressista e salubre que é hoje, Pepe Carvalho recebe uma carta de Charo. ¿Recuerdas aquel viaje a París, Pepe? ¿Recuerdas lo mucho que hablé, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Mild und Leise

Foi a 13 de Fevereiro de 1883, há exactamente 129 anos: Richard Wagner morreu em Veneza, a cidade da morte, a cidade que morre, lentamente, afogada pela lagoa. Ali mesmo, quinze anos antes, Wagner escrevia o segundo acto de Tristan … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

Paris (3)

Em 1889, Zuloaga vivia em Paris. Partilhava um apartamento de Montmartre com o escultor e amigo Paco Durio e morria de fome. Mas as privações não o motivavam a gastar os (poucos) tostões que ganhava, humildes soldos que acautelava para … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Paris (2)

Na passada sexta-feira acordei numa Paris calma e silenciosa. A república descansava, em homenagem ao armistício de Compiègne: 11 de Novembro de 1918, o dia da paz, ou o dia que marca o principio da pausa entre os dois capítulos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Paris

Na noite do dia 2 de Julho de 1931 Walter Starkie estava na estação de Orsay, Paris. Vinha de Dublin, após cumprir mais um ano académico no Trinity College, ia para Espanha, com um violino debaixo do braço e andrajos … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário