Diários de Granada (22-11-2007)

Hoje fui outra vez à Cafetaria Duquesa, a dois passos do meu apartamento. Recebeu-me o homem de sempre, camisa branca, calvo, com gestos e olhar simpáticos. Por detrás dele, numa prateleira, está a fotografia de uma menina vestida para a primeira-comunhão, um dos mais característicos retratos de Espanha. Uma caña por favor. O homem, vendo-me entrar quase todos os dias, arrisca: Estás a viver aqui, ou só de passagem, Sim, a viver, na Conde de Tendillas, mesmo aqui ao lado, Encantado, chamo-me Rafa, e tu?, Miguel, encantado…Mais uma caña Rafa. E então, da caña bebemos o conforto, lembramo-nos de Fernán Goméz, e brindamos à sua memória e ao absurdo da existência, no fim da qual não há qualquer vitória, apenas uma esforçada derrota na recta final. Por una cabeza.

Granada, 22 de Novembro de 2007

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s