Nova Iorque (2)

Corria o ano de 1626. Um grupo de índios Wieckquaesgeck viajava para Nova Amesterdão, no sul de Manhattan, para vender peles, quando foi atacado por colonos europeus. As peles foram roubadas e os índios mortos, excepto um rapaz, sobrinho de uma das vítimas. De acordo com as leis da tribo, o jovem deveria vingar a morte do tio. Mais tarde ou mais cedo. E assim o fez, quinze anos depois. O alvo foi um europeu chamado Claes Swits, que era apenas culpado de estar no lugar errado à hora errada. Era branco, e isso bastava para o rapaz agora feito homem à pressa. O índio, conhecido da vítima, matou Swits na sua própria casa, situada no que é agora o cruzamento da Rua 47 e a Segunda Avenida. Decapitou-o.

Apesar da oposição dos colonos, pragmáticos e receosos das consequências de uma escalada de violência, a contra-retaliação das autoridades da Nova Holanda foi rápida e “eficaz”. Morreram oitenta Wieckquaesgeck, homens, mulheres e crianças. Crime: estavam no lugar errado à hora errada. E eram índios, o que bastava para pacificar a fome de vingança de Willem Kieft, o director-geral da Nova Holanda, que actuou contra a vontade dos europeus de Manhanttan e da Companhia Holandesa das Índias Ocidentais. A partir daí, o desastre foi imparável. Escalpes europeus e quintas incendiadas marcaram uma década que enfraqueceu irremediavelmente a posição holandesa no Novo Mundo. Em 1653, ameaçada em várias frentes, a Companhia das Índias ordenou a construção de um muro para proteger Nova Amsterdão, não só dos índios, como também do esperado ataque inglês. O assalto dos ingleses chegaria finalmente em 1664, — por mar, obviamente, demonstrando a inutilidade do muro. Foi o fim de Nova Amesterdão. Moral da história: nenhuma.

Carlos M. Fernandes

Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s