Arquivos Mensais: Janeiro 2014

Das Cinzas às Cinzas

O söröző das gordas, Budapeste, 2003. Agora é apenas uma porta cerrada, uma fachada em tons de vermelho carcomida pelo tempo, e um retalho da memória da Budapeste que conhecemos e que vai desaparecendo. Como nós. Budapeste, Setembro de 2010

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Diários de Granada (28-3-2012)

Em trânsito entre Granada a Garrucha — onde nem avistei a famosas gambas —, paro ao largo de Almeria, nas terras áridas e ocres cuja silhueta norte-americana atraiu, durante as décadas de glória, caravanas de neo-pioneiros em busca do el … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Diários de Granada (9-2-2012)

Revi hoje o “Sunset Boulevard”, de Wilder, na Aula Magna da Faculdade de Ciências. Tensão, ritmo e tragédia. A natureza humana exposta, como um osso. A crueldade do tempo, a “cultura” sem passado, o elogio da vaidade. Um filme perfeito.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Diários da Ericeira (1-11-2013)

Afastamo-nos, aproximamo-nos, como um cometa em órbita elíptica. Na aproximação soltamos uma cauda de desespero. Gelo emocional. Detritos cósmicos da tragédia. E desenhamos então um mapa das dores. Aqui está Lisboa no dia 4 de Novembro de 2007, as malas … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário