Arquivos Mensais: Setembro 2012

Cravar as Unhas nos Balcãs

Junho de 2007 A geografia dos Balcãs é uma das suas maldições, talvez mesmo a maldição primeva, aquela que mais contribuiu para o epíteto Europa Selvagem (H. De Windt, Trough the Savage Europe). Mark Mazower não esquece este factor crucial … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Nova Iorque

Carlos M. Fernandes

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

O Pátio Maldito

Granada, Novembro de 2007 No sábado passado sentei-me no balcão de uma cervejaria com o O Pátio Maldito de Ivo Andrić. Dividi o livro com as cañas e o presunto, enquanto mantinha uma orelha posta na conversa entre quatro empregados, … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

O Bem, o Mal e o Colectivismo

Nós, ao contrário das células que nos compõem, não estamos em trajectórias balísticas; somos mísseis guiados, capazes de alterar a direcção em qualquer momento, abandonando objectivos, trocando de alianças, formando cabalas e depois traindo-as, e assim sucessivamente. Para nós é … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Diários da Sicília (epílogo)

Já escureceu. Estou outra vez no Chiosco della Pescheria, debaixo da ponte do comboio. Fecha-se o ciclo siciliano. Bebo uma Moretti na mesma mesa de plástico. Há pouca gente por aqui. Alguns dos restaurantes que cercam a pescheria — adormecida … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Diários da Sicília (9)

Catânia. Tomo um café no cruzamento da via Pacini com a Gemmelaro, ao lado da praça C. Alberto e do seu mercado euro-africano. Vende-se carne e peixe a céu aberto. (O silêncio no jardim do mosteiro dos beneditinos.) (O silêncio … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Diários da Sicília (8)

Sciacca, 9 de Setembro de 2012. O meu quarto tem um nome: Fernão de Magalhães. E eu aqui estou, lamentável explorador da modernidade, com cartão de crédito e mala com rodas, num quarto com ar-condicionado. No mar, que consigo ver … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário